SRAG 2020 - Banco de Dados de Síndrome Respiratória Aguda Grave - incluindo dados da COVID-19

Vigilância de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), desenvolve a vigilância da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Brasil, desde 2009, devido a pandemia de Influenza A(H1N1)pdm09. A partir disso, a vigilância de SRAG foi implantada na rede de vigilância de Influenza e outros vírus respiratórios, que anteriormente atuava apenas com a vigilância sentinela de Síndrome Gripal (SG).

Recentemente (2020), a vigilância da COVID-19, a infecção humana causada pelo novo Coronavírus, que vem causando uma pandemia, foi incorporada na rede de vigilância da Influenza e outros vírus respiratórios.

Esta página tem como finalidade disponibilizar o legado dos banco de dados (BD) epidemiológicos de SRAG, da rede de vigilância da Influenza e outros vírus respiratórios, desde o início da sua implantação (2009) até os dias atuais (2020), com a incorporação da vigilância da COVID-19.

Para mais informações, acessar:

Gripe/Influenza - https://saude.gov.br/saude-de-a-z/gripe

COVID-19 - https://coronavirus.saude.gov.br/

Dados e recursos

Informações Adicionais

Campo Valor
Autor Datasus
Última Atualização 23 de Setembro de 2020, 22:00 (UTC)
Criado 22 de Julho de 2020, 14:54 (UTC)